A historia do Unix

Tudo começou em 1965 quando formou-se um grupo de programadores, composto por Ken Thompson, Dennis Ritchie, Douglas McIlroy e Peter Weiner, num esforço conjunto da AT&T (bell labs), da General Electric (GE) e do MIT (Massachussets Institute of Technology) para o desenvolvimento de um sistema operacional chamado Multics (Multiplexed Information and Computing Service), o multics por sua vez deveria ser um sistema multiusuário, um sistema de arquivos de alta confiança,suporte a vários tipos de aplicações, suporte a vários ambientes de programação e interfaces de usuário.Em 1965 com a saída da AT&T.

Ken Thompson e Dennis Ritchie haviam criado um jogo chamado "Space War". Com o fim do projeto e motivados a continuar a utilização do jogo, eles tiveram que reescrever todo o sistema operacional para um computador disponível bem menos potente, um DEC PDP-7, de 4 kbytes de memória. Thompson concluiu o trabalho de criar todo o Unix no verão de 1969, utilizando a linguagem BCPL (conhecida popularmente como Linguagem B), e que contava com as funções básicas: editor de texto, montador (ou assembler, que transforma linguagem assembly em linguagem de máquina) e interpretador de comandos (um Shell) neste período inicial do Unix, ele era chamado de unics, numa alusão ao Multics, e foi logo rebatizado como Unix.

Com o crescimento do projeto surgiu a necessidade de se usar um sistema operacional compatível com diferentes plataformas de hardware, levou ao desenvolvimento de uma nova linguagem de programação, cujo pudesse ser portada com facilidade, sem ou com pouquíssimas modificações no source (código-fonte). Então em 1972, Dennis Ritchie, no AT&T Bell Labs, desenvolveu a Linguagem C (que superava as limitações da Linguagem B) é o uso da Linguagem C é considerado um dos maiores pontos de difusão do sistema Unix.

Em 1974, com um artigo publicado na revista mensal da ACM (Association for Computing Machinery), que despertou o interesse de acadêmicos e instituições no mundo todo pelo novo Unix. Como o seu código-fonte era livremente distribuído para universidades, começaram a surgir novas versões, além da original da AT&T (rebatizada como System V); a primeira foi desenvolvida na Universidade de Berkeley – denominado BSD (Berkeley Software Distribution), liberado publicamente em 1977, predecessor dos atuais e bem-sucedidos BSD’s (alguns anos depois com base no sistemas BSD surgiram novas "versões", como o FreeBSD, NetBSD e OpenBSD, que tinham o kernel baseado no sistema BSD). Mais tarde percebendo o poder do Unix, a AT&T parou de disponibilizá-lo livremente, que desde esse momento passou a ser disponibilizado por um preço muito alto, é depois de algum tempo uma serie de universidades, empresas e grupos de programadores, começaram a desenvolver uma serie de aplicativos para o Unix (desde jogos até aplicações comerciais).

A partir de 1979, surgiram as implementações comerciais do Unix para servidores: Sun OS (da Sun, posteriormente rebatizado para Solaris), Xenix (da Microsoft), HP/UX ( da HP) e AIX (da IBM) e muitas outras. Como as implementações de cada empresa eram ligeiramente diferentes entre si, a partir daí o Unix não era mais "o Unix", um sistema operacional, mas sim "um Unix", um tipo de sistema operacional. Com tantas variedades de Unix surgindo a todo momento, todos com a mesma arquitetura e filosofia de sistema, porém com tendências a se divergirem, surgiu então o padrão POSIX (Portable Operating System Interface for UniX) em 1985, um conjunto de padrões definidos pelo IEEE e pela ISO que define características essenciais de sistemas Unix. O POSIX não permitiu compatibilidade de rodar programas binários entre os vários Unix, mas sim facilidade de portar um programa de um Unix para outros, através de compilação de códigos-fonte em C.
No início da década de 1990, a AT&T vendeu o código UNIX para a Novell. Além disso, outros tinham comerciais, tais como códigos UNIX UNIX Digital. Em 1995, a Novell vendeu parcialmente alguns dos direitos do código UNIX à Santa Cruz Operation. Em 2000, Santa Cruz Operações vendeu o UNIX código para Caldera Systems, que mudou seu nome para SCO.

Atualmente, Unix (ou *nix) é o nome dado a uma grande família de Sistemas Operativos que partilham muitos dos conceitos dos Sistemas Unix originais, sendo todos eles desenvolvidos em torno de padrões como o POSIX (Portable Operating System Interface) e outros. Alguns dos Sistemas Operativos derivados do Unix são: BSD (FreeBSD, OpenBSD e NetBSD), Solaris (anteriormente conhecido por SunOS), IRIX, AIX, HP-UX, Tru64, Linux (nas suas centenas de distribuições), e até o Mac OS X (baseado em um kernel Mach BSD chamado Darwin). Existem mais de quarenta sistemas operacionais *nix, rodando desde celulares a supercomputadores, de relógios de pulso a sistemas de grande porte.

Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_da_computa%C3%A7%C3%A3o#A_Apple_e_a_populariza.C3.A7.C3.A3o
http://www.planetarium.com.br/planetarium/noticias/2001/3/984441001
http://pt.wikipedia.org/wiki/Linguagem_C
http://pt.wikipedia.org/wiki/Unix
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/11/Unix-history.svg
http://pt.wikipedia.org/wiki/Multics
http://forum.outerspace.com.br/showthread.php?t=209016
http://catoze.wordpress.com/2009/04/13/historia-do-unix

[]'s